quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Justiça eleitoral absolve Sávio Torres e Arlã Markson de ação penal

O processo de número: 24-79.2016.6.17.0068 encontra-se disponível para consulta no site da justiça eleitoral

Mais Tuparetama

Foto: Mais Tuparetama

A juíza eleitoral da 68ª Zona Eleitoral de Pernambuco julgou improcedente a ação penal oferecida pelo Ministério Público Eleitoral contra o prefeito do município de Tuparetama, Sávio Torres e contra o vereador Arlã Markson por suposta compra de votos na campanha eleitoral de 2008, onde prefeito e vereador foram reeleitos.

Segundo a decisão, o contrato de trabalho firmado entre o Município de Tuparetama e a Sra. Maria da Conceição Gomes de Araújo se concretizou somente após mais de um ano do início do mandato do prefeito, o que tornou sem razão imaginar que uma suposta compra de votos através de promessa de emprego, distancie-se tanto tempo do período eleitoral, comprovando a boa-fé do prefeito e vereador, entre outros fatos que levaram ao convencimento da juíza.

O prefeito afirma que o resultado não poderia ser outro. “Assim como vem acontecendo em todas as esferas, fomos inocentados também na justiça eleitoral, então não poderíamos esperar outro resultado se não a absolvição nesse julgamento”.

O processo de número: 24-79.2016.6.17.0068 encontra-se disponível para consulta no site da justiça eleitoral.


sexta-feira, 26 de julho de 2019

A prefeitura realizou a Ação do Governo Itinerante na quinta-feira (25)

O prefeito de Tuparetama, Sávio Torres, esteve participando da Ação do Governo Itinerante no Jardim, na quinta-feira 25 de julho de 2019

Mais Tuparetama

Sávio Torres, prefeito de Tuparetama, com os vereadores Diógenes Patriota, Arlã Markson, Vandinha da Saúde, Valmir Tunu, Tanta Sales, Vice-prefeito e secretário de Obras e Infraestruturas de Tuparetama e a Drª Isabela Monteiro em 25 de julho de 2019.  (Foto: Bruno Araújo)

Nesta todas as secretarias do município estiveram realizando atendimentos à população. O objetivo da Ação do Governo Itinerante foi aproximar os serviços do município da população.

“Está aqui toda uma equipe a disposição para trabalhar para vocês”, disse Sávio ao iniciar a ação. Entre os serviços mais procurados estavam o atendimento médico, os exames rápidos de glicose, aferição de pressão e corte de cabelo. Este atendimento foi realizado no Centro Social e Posto Médico do Jardim.

Segundo Sávio, este governo vem fazendo o melhor que pode, com secretários, vereadores e servidores, para atender bem à população devendo esta ação ser realizada em outras Zonas Rurais do município. “Nós vamos no mês de setembro fazer um evento desse do lado do Posto de Saúde do Distrito de Santa Rita”, disse o prefeito.

Segundo Elizabeth Gomes, secretária de Saúde de Tuparetama, esta ação foi muito boa porque retomou o atendimento no Centro Social e Posto de Saúde do Jardim que há bastante tempo não vinha sendo oferecido. “Com atendimento médico, odontológico e demais, resgatando a atenção com essa comunidade”, disse a secretária de Saúde.

Estavam com Sávio os vereadores, Arlã Markson, Diógenes Patriota, Valmir Tunu e Vandinha da Saúde. Acompanharam esta ação os secretários Vinícios Torres, de Administração e Gabinete, Roseane Gomes de Assistência Social, Elizabeth Gomes de Saúde, José Eudes de Agricultura, Rafaely de Souza, de Educação e Tanta Sales, Vice-prefeito e secretário de Obras e Infraestruturas de Tuparetama.

A partir do próximo mês o Centro Social e Posto de Saúde do Jardim vai passar a oferecer o atendimento médico toda última quinta-feira de cada mês. Nesta ação, do dia 25 de julho de 2019, a Secretaria de Assistência Social realizou os serviços de corte de cabelo, escova de cabelo, manicure e panfletagem com todos os serviços que oferece aos munícipes.

A Secretaria de Educação realizou uma apresentação do Projeto Leitura na Praça da rede municipal de ensino com os alunos da Escola Municipal José Agostinho dos Santos, uma leitura com os pais dos alunos, um momento de orientação sobre o transporte escolar, a merenda e o diário eletrônico, entre outros serviços das demais secretarias oferecidos nesta Ação do Governo Itinerante.

Diário Eletrônico – Este foi implantado nas escolas do município no início do ano de 2018. Com o Diário Eletrônico os pais têm acesso via internet ao boletim escolar com todas as frequências e as notas dos filhos a qualquer momento.


quinta-feira, 11 de julho de 2019

Shows e inaugurações encerram São Pedro de Tuparetama

Prefeito inaugura Praça Anchieta Mendes e Alonso Rodrigues e fala sobre o São Pedro 19 "Fizemos um dos maiores eventos do calendário festivo do Sertão do Pajeú"

Mais Tuparetama

Foto: Júnior Campos

Com recorde de público durante os três dias de festas, o São Pedro de Tuparetama se firmou como o maior evento junino do Pajeú. Na quinta-feira (4), depois do sucesso do show de Avine Vinny que abriu os festejos no Pátio Prefeito João Tunú, a sexta-feira (5) foi a vez do público dançar ao som da banda Pinga Fogo, Novinho da Paraíba e a grande atração da noite, o trio Fulô de Mandacaru, que fez do pátio um grande arrasta pé.

Finalizando o evento no sábado (6), o grupo Rimas em Canto, formado por jovens da cidade, encerrou a programação do Beco do Forró, polo cultural que durante seis noites apresentou o melhor da cultura regional. Já no palco principal, a abertura da noite ficou por conta do tuparetamense Galego do Pajéu e encerrando o último dia os cantores Luan Douglas e Batista Lima levantaram o público com sucessos do forró atual e das antigas.

Para o prefeito Sávio Torres, a festa chegou ao fim consolidando de vez a grandiosidade do São Pedro de Tuparetama.“Fizemos um dos maiores eventos do calendário festivo do Sertão do Pajeú. Além de uma programação com artistas locais e de projeção nacional, tivemos um impacto positivo na economia local, com aumento de vendas no comércio e pousadas lotadas.”, afirmou o gestor.

O charme do evento ficou por conta do Beco do Forró, promovido pela Secretaria de Cultura, responsável também pela produção de todo o evento. O polo cultural foi incluído na programação festiva, funcionando do dia 27 de junho ao dia 5 de julho. O local se tornou um polo de preservação das tradições culturais sertanejas com o objetivo de promover o autêntico forró pé de serra e as manifestações artísticas da terra.


Cidade ganha novas praças e requalificação da Unidade hospitalar

A sexta-feira (5) também foi marcada pela entrega de novos espaços públicos. O prefeito Sávio Torres esteve acompanhado do deputados Ricardo Teobaldo (federal) e Clodoaldo Magalhães (estadual), que cumpriram agenda com visita ao canteiro de obras da nova escola municipal localizada ao lado do ginásio de esportes.

Em seguida a comitiva formada por políticos, secretariado municipal e população, seguiram até a Unidade Mista de Saúde Severino Souto de Siqueira, onde aconteceu o descerramento da placa de inauguração da reforma e ampliação. Com um novo estacionamento, rampas de acessibilidade, bancos e nova iluminação, a unidade hospitalar passou por uma reforma interna e externa.

Em seguida, foi a vez de inaugurar a Praça Anchieta Mendes, localizada na Vila Bom Jesus. O equipamento público conta com academia ao ar livre, áreas de convivência e quiosques. A obra foi iniciada com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal- FEM e concluída com recursos próprios.

Por último, a comitiva encerrou o ciclo de inaugurações na Praça Alonso Rodrigues, localizada no início da passarela que liga o centro a Vila Bom Jesus. O local recebeu o letreiro turístico com o nome da cidade e será ponto de parada na Princesinha do Pajeú.


quarta-feira, 10 de julho de 2019

Exercício financeiro de 2016 do ex-prefeito Dêva Pessoa aprovado pelo TCE

O TCE realizou análise da gestão fiscal, exercício financeiro de 2016, do ordenador de despesas e ex-prefeito do Município de Tuparetama, Dêva Pessoa

Mais Tuparetama

Foto: Blog Tarcio Viu Assim

No Relatório de Auditoria, discorre-se que desde o 1º quadrimestre do exercício de 2013 ocorreu excessos nos dispêndios com pessoal: 56,13% e 58,34% da RCL, respectivamente, no 1º e 3º quadrimestres de 2015.

“Nada obstante, no exercício financeiro de 2016, que é o objeto deste processo, conquanto o primeiro quadrimestre tenha evidenciado pequeno excesso (55,45%), houve uma redução da despesa com pessoal, de sorte que nos segundo e terceiro quadrimestres, houve a observância do limite legal, 52,76% e 51,96%, respectivamente. Lembrando que o limite legal é de 54%”, diz o TCE.

O relator julgou regular, com ressalvas, a gestão fiscal da Prefeitura Municipal de Tuparetama, relativa ao exercício financeiro de 2016 e foi acompanhado pela Primeira Câmara do TCE. A informação é do Afogados On Line.


sábado, 6 de julho de 2019

Sávio Torres não confirma ou descarta aproximação com Paulo Câmara. “O futuro a Deus pertence”

Sávio esteve com prefeitos socialistas como convidados no São Pedro de Tuparetama, como Adelmo Moura, de Itapetim e Djalma Alves de Solidão

Mais Tuparetama

Adelmo Moura, Sávio Torres, Tássio Bezerra e Djalma Alves. (Foto: Marcelo Patriota)

O prefeito de Tuparetama Sávio Torres (PTB) confirmou que teve uma conversa com o governador Paulo Câmara no último dia 1º de julho, quando o chefe do executivo estadual  esteve por ocasião dos 110 anos de Afogados da Ingazeira. Mas voltou a garantir que o diálogo inicialmente foi institucional.

“Eu fechei compromisso com o Deputado Clodoaldo Magalhães, um Deputado jovem com a disposição de ajudar na Assembleia Legislativa do Estado e ele é da base do governo. Você sabe que eu votei em Armando Monteiro. Não levo ninguém enganado. Tenho posicionamento”, disse.

E falou da conversa. “Em Afogados depois da entrevista que você fez com o governador Paulo Câmara eu conversei com ele. Foi uma reunião institucional, uma reunião rápida. Eu espero que o governador ajude ao nosso município até porque, mesmo eu não tendo votado nele, ele teve uma votação expressiva aqui. Não precisa fazer por mim, mas pela população de Tuparetama. Espero que tenha escutado e posa ajudar. E o futuro a Deus pertence. Quem manda em mim é o povo, estou esperando e estou na luta”.

Sávio esteve com prefeitos socialistas como convidados no São Pedro de Tuparetama, como Adelmo Moura, de Itapetim e Djalma Alves de Solidão. O gestor de Santa Cruz da Baixa Verde, Tássio Bezerra, também acompanhou o correligionário. No clique para o foto, não faltou o L de “Lula Livre”, provocação do blogueiro Marcelo Patriota.

Ele ainda comemorou a agenda de inaugurações. Houve uma visita ao canteiro de obras da nova unidade escolar com a entrega de um veículo para os trabalhos de manutenção do parque de energia elétrica.

Logo após, a comitiva seguiu para a Unidade Mista de Saúde que reabre as portas após reforma, readequação e ampliação do espaço. Em seguida, será a inauguração das praças Anchieta Mendes (Vila Bom Jesus) e Alonso Rodrigues (início da passarela), com letreiro turístico.

Além do prefeito e equipe de governo, confirmaram presença o deputado federal Ricardo Teobaldo e o deputado estadual Clodoaldo Magalhães.


Oposição rebate o prefeito Sávio Torres

A respeito da fala do Prefeito Sávio Torres afirmando o mesmo não ter Tuparetama o apoio do governador Paulo Câmara é justo informar

Nill Junior

Foto: Marcelo Patriota

O prefeito Sávio Torres é injusto com o governador Paulo Câmara quando nega ao povo as ações que estão em nosso município provenientes do governo do estado.

Sistema simplificado de abastecimento da comunidade Cantinho, obra prometida há mais de 25 anos, no valor de R$ 657 mil a mesma está 90% concluída.

Três barragens ao custo de R$ 80 mil cada, R$ 240 mil no total, ocupando uma área de um hectare=de terra nas comunidades rurais do Bom Nome, Riachão, Cantinho, Santo Izidro, São Sebastião e Distrito de Santa Rita.

Cessão de veículo através da ADAGRO ao STR.

Trezentas horas máquinas para construção e limpeza de pequenas e médias barragens.

Nas ações citadas a cima reafirmo a articulação fundamental para a chegada dessas ações do nosso deputado federal Wolney Queiroz (PDT) e Lucas Ramos(PSB).

O prefeito ainda é omisso em dizer ao povo que a merenda escolar e órgãos do município são beneficiados pelo programa de aquisição de alimentos do governo do estado. O mesmo esquece que a máquina perfuratriz que ainda no dia de hoje está perfurando poços no nosso município (em nome da prefeitura) pertence ao governo do estado. Tuparetama está entre os municípios contemplados com o programa estadual Criança Alfabetizada.

O suposto “copo de água “que diz o prefeito não ter recebido talvez sejam dinheiro fácil pra ser tratado como os recursos da quadra da vila e reforma da escola Municipal Francisco Chaves Perazzo liberados em julho de 2012 e não utilizados da forma correta tanto que as obras não existem e o dinheiro não mais está nas devidas contas.

Estamos gratos ao Governador Paulo Câmara e como bom Tuparetamense aguardamos mais parcerias principalmente a partir de 2021.


sexta-feira, 21 de junho de 2019

Após crítica de Moro, MPF trocou procuradora que iria acusar Lula

Novos diálogos revelados pelo The Intercept Brasil mostaram que Deltan Dallagnol e Carlos Fernando Lima trocaram o responsável pela acusação em audiência

Veja

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro Sergio Moro (Nelson Almeida/AFP e Michel Filho/Agência O Globo)

A procuradora do Ministério Público Federal (MPF) criticada pelo ministro Sergio Moro (Justiça) por não ir “muito bem” em inquirições no tribunal, segundo diálogos vazados pelo site The Intercept Brasil, deixou de participar da audiência na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou seu primeiro depoimento à Operação Lava Jato.

A retirada dela e a inclusão de dois procuradores considerados mais experientes – Júlio Noronha e Roberson Pozzobon – ocorreu após uma troca de mensagens entre os dois procuradores mais proeminentes da Lava Jato em Curitiba: Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, e Carlos Fernando dos Santos Lima, sobre as considerações de Moro.

O desdobramento da crítica de Moro à procuradora está em diálogos revelados na noite desta quinta-feira, 20, pelo programa ‘O É da Coisa’, comandado pelo jornalista Reinaldo Azevedo, na rádio Band News FM, em parceria com o The Intercept Brasil.

Na primeira série de reportagens feitas pelo The Intercept Brasil, Moro critica a performance da procuradora em conversa com Dallagnol.

Moro – 12:32:39. – Prezado, a colega Laura Tessler de vcs é excelente profissional, mas para inquirição em audiência, ela não vai muito bem. Desculpe dizer isso, mas com discrição, tente dar uns conselhos a ela, para o próprio bem dela. Um treinamento faria bem. Favor manter reservada essa mensagem.
Dallagnol – 12:42:34. – Ok, manterei sim, obrigado!
Pouco depois, Dallagnol conversa com Santos Lima sobre o assunto. Nas mensagens, fica evidente a preocupação dos procuradores com o sigilo da conversa. São esses diálogos que foram divulgados nesta quinta-feira.
12:42:34- Deltan: Recebeu a msg do moro sobre a audiência tb?
13:09:44 – Carlos Fernando: Não. O que ele disse?
13:11:42 – Deltan: Não comenta com ninguém e me assegura que teu telegram não tá aberto aí no computador e que outras pessoas não estão vendo por aí, que falo
13:12:28 – Deltan: (Vc vai entender por que estou pedindo isso)
13:13:31 – Deltan: Ele está só para mim.
13:14:06 – Deltan: Depois, apagamos o conteúdo.
13:16:35 – Deltan (reproduzindo a mensagem de Moro): Prezado, a colega Laura Tessler de vcs é excelente profissional, mas para inquirição em audiência, ela não vai muito bem. Desculpe dizer isso, mas com discrição, tente dar uns conselhos a ela, para o próprio bem dela. Um treinamento faria bem. Favor manter reservada essa mensagem.
13:17:03 – Carlos Fernando: Vou apagar, ok?
13:17:07 – Deltan: apaga sim
13:17:26 – Carlos Fernando: Apagado.
13:17:26 – Deltan: Vamos ver como está a escala e talvez sugerir que vão 2, e fazer uma reunião sobre estratégia de inquirição, sem mencionar ela
13:18:11 – Carlos Fernando: Por isso tinha sugerido que Júlio ou Robinho fossem também. No do Lula não podemos deixar acontecer.
13:18:32 – Deltan: Apaguei.

Moro foi questionado sobre a crítica à procuradora, considerada uma intervenção do juiz no trabalho da acusação, pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), na audiência da qual participou o ministro na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. E Moro negou irregularidade ou que sua crítica tivesse qualquer consequência.

A resposta dele ao questionamento do senador:

“Senador, pelo teor das mensagens, se elas forem autênticas, não tem nada de anormal nessas comunicações. O exemplo que Vossa Excelência colocou é o claro exemplo de um factoide. Eu não me recordo especificamente dessa mensagem, mas o que consta no caso divulgado pelo site é uma referência de que determinado procurador da República não tinha o desempenho muito bom em audiência e para dar uns conselhos para melhorar. Em nenhum momento no texto, há alguma solicitação de substituição daquela pessoa. Tanto que essa pessoa continua e continuou realizando audiências e atos processuais, até hoje, dentro da operação Lava Jato“.

No dia 10 de maio de 2017, durante o primeiro depoimento do ex-presidente Lula a Moro, em Curitiba, sobre o caso do tríplex do Guarujá, no entanto, a procuradora Laura Tessler não estava mais lá. Representavam a acusação os procuradores Noronha e Pozzobon (‘Julinho’ e ‘Robinho’, na conversa entre Dallagnol e Santos Lima).


sábado, 15 de junho de 2019

Conscientização contra o trabalho infantil em Tuparetama

O governo de Tuparetama ofereceu uma palestra de conscientização contra o trabalho infantil na quarta-feira (12)

Mais Tuparetama

Foto: Divulgação 

A prefeitura de Tuparetama através da Secretaria de Assistência Social do Município realizou um encontro junino oferecendo a palestra Todos Juntos Contra o Trabalho Infantil na quarta-feira 12 de junho de 2019. Esta foi dada às famílias e às pessoas em situação de vulnerabilidade social. O objetivo foi conscientizar este público da necessidade de todos estarem juntos atuando no combate ao trabalho infantil.

O dia 12 de junho foi o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil o que motivou o tema da palestra. Após esta foi feito um sorteio de brindes e oferecido um coquetel de São João. “A gente separou este momento para fazer essa reunião com vocês, apresentar um tema de grande importância e relevância pra o nosso município”, disse Roseane Gomes, secretária de Assistência Social de Tuparetama.

A palestra foi dada por Tárcio Oliveira, Assistente Social do Programa Criança Feliz da Secretaria de Assistência Social de Tuparetama. A palestra abordou as garantias de direitos, as proibições do trabalho infantil presentes na Constituição de 88, no Estatuto da Juventude, no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

Segundo Tárcio, o trabalho infantil apesar de comprometer o futuro das crianças infelizmente ainda existe. “É muito comum a gente ver quando tem festa de rua, festa muito grande, em todas as cidades, a gente ver ali crianças até adolescentes, a meia noite, uma da madrugada, no meio do povo, no meio dos bêbados vendendo salgadinho, vendendo balas, vendendo comidas pra os barraqueiros, isso é uma contravenção”, disse Tárcio.

Estavam presentes neste encontro junino as equipes dos Programas Criança Feliz, Bolsa Família, SCFV, Cras, Creas, Paif, Paefi da Secretaria de Assistência Social de Tuparetama, do CMDCA e o vereador por Tuparetama, Diógenes Patriota.


  • CMDCA: Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescentes de Tuparetama;
  • Cras: Centro de Referência de Assistência Social;
  • Creas: Centro de Referência Especializado de Assistência Social;
  • Paif: Proteção e Atendimento Integral à família;
  • Paefi: Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos;
  • SCFV: Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.


Serviço

Local: Sede da Secretaria de Assistência Social
End: Av. Dep. Carlos Caribé, nº 125, Bairro Bom Jesus, Tuparetama
Horário: 18h30 às 21hs


Site divulga novas mensagens atribuídas a Moro em que ele sugere resposta da Lava Jato a 'showzinho' da defesa de Lula

The Intercept divulgou nesta sexta-feira (14) novos trechos de mensagens atribuídas ao ministro da Justiça, supostamente enviadas na época em que ele era juiz da força-tarefa

G1

Foto: Reprodução/TV Globo Luciano Calafiori/G1 Reprodução/RPC

O site Intercept publicou na noite desta sexta-feira (14) novas mensagens atribuídas ao então juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato.

Segundo o site, este pedido seria mais uma evidência de que Moro atuava como uma espécie de coordenador informal da acusação no processo do triplex em Guarujá (SP). E que estaria sugerindo estratégias para que os procuradores realizassem uma campanha pública contra o próprio réu que eles julgavam.

A troca de mensagens começa em 10 de maio de 2017, dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi ouvido por Moro pela primeira vez no processo do triplex.

O site relembra que, após o julgamento, Lula fez um pronunciamento. Por 11 minutos, atacou a Lava Jato, o Jornal Nacional e o então juiz Sérgio Moro.

Depois de tomar conhecimento de uma coletiva da defesa de Lula, segundo o Intercept, Moro teria encaminhado as seguintes mensagens ao então procurador Carlos Fernando dos Santos Lima:

Moro – 22:12 – talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele.

Moro – 22:13 – por que a defesa já fez o showzinho dela.

Santos lima – 22:13 – podemos fazer. Vou conversar com o pessoal.

Em seguida, segundo o site, Santos Lima, que viajaria para Pernambuco no dia seguinte, conversa no grupo da assessoria de imprensa do Ministério Público.

Santos Lima: será que não da para arranjar uma entrevista com alguém da globo em recife amanha sobre a audiência de hoje.

A assessoria não achou boa a sugestão.

Depois, segundo o Intercept, Santos Lima encaminha sua conversa com Moro para o procurador Deltan Dallagnol, que responde em um grupo que reúne integrantes do Ministério Público.

Deltan – 22:46:46 – então temos que avaliar os seguintes pontos: 1) trazer conforto para o juízo e assumir o protagonismo para deixá-lo mais protegido e tirar ele um pouco do foco; 2) contrabalancear o show da defesa.

Deltan – 22:47:19 – esses seriam porquês para avaliarmos, pq ng tem certeza.

Deltan – 22:47:50o "o quê" seria: apontar as contradições do depoimento.

Deltan – 22:49:18 – e o formato, concordo, teria que ser uma nota, para proteger e diminuir riscos. O jn vai explorar isso amanhã ainda. Se for para fazer, teríamos que trabalhar intensamente nisso durante o dia para soltar até lá por 16h

Segundo o Intercept, Dallagnol também encaminha mensagem para um grupo de assessores de imprensa do Ministério Público cogitando a possibilidade de produzir a nota sobre o depoimento de Lula.

Deltan – 23:05:51 – caros, mantenham avaliando a repercussão de hora em hora, sempre que possível, em especial verificando se está sendo positiva ou negativa e se a mídia está explorando as contradições e evasivas. As razões para eventual manifestação são: a) contrabalancear as manifestações da defesa. Vejo com normalidade fazer isso. Nos outros casos não houve isso. B) tirar um pouco o foco do juiz que foi capa das revistas de modo inadequado.

O Intercept afirma que os procuradores, acatando a sugestão de Moro, distribuíram uma nota à imprensa, repercutida por "Folha de S. Paulo", "Estadão", Jovem Pan e todos os principais veículos e agências do país. As notícias são centradas justamente na palavra desejada pelo juiz: "contradições".

O Intercept, que citou três vezes em sua reportagem o Jornal Nacional, não destacou o fato de que o JN não deu uma linha sequer da nota dos procuradores, embora fosse absolutamente legítimo publicá-la, como fez a GloboNews. O JN limitou-se a divulgar trechos do depoimento do ex-presidente Lula, sem comentá-los.

Ao Intercept, a assessoria de imprensa de Moro enviou a seguinte nota:

"O Ministro da Justiça e Segurança Pública não comentará supostas mensagens de autoridades públicas colhidas por meio de invasão criminosa de hackers e que podem ter sido adulteradas e editadas, especialmente sem análise prévia de autoridade independente que possa certificar a sua integridade. No caso em questão, as supostas mensagens nem sequer foram enviadas previamente."

Na manhã deste sábado (15), a assessoria de Moro divulgou nova nota:

"O Ministro da Justiça e Segurança Pública não reconhece a autenticidade e não comentará supostas mensagens de autoridades públicas colhidas por meio de invasão criminosa de hackers e que podem ter sido adulteradas e editadas. Reitera-se a necessidade de que o suposto material, obtido de maneira criminosa, seja apresentado a autoridade independente para que sua integridade seja certificada."


terça-feira, 11 de junho de 2019

Intercept: reportagens mostram como o ‘juiz’ Moro atuou para incriminar Lula

Sergio Moro e Deltan Dallagnol trocaram mensagens de texto que revelam que o então juiz federal foi muito além do papel que lhe cabia quando julgou casos da Lava Jato

Mais Tuparetama 

Foto: Lula Marques

Em diversas conversas privadas, até agora inéditas, Moro sugeriu ao procurador que trocasse a ordem de fases da Lava Jato, cobrou agilidade em novas operações, deu conselhos estratégicos e pistas informais de investigação, antecipou ao menos uma decisão, criticou e sugeriu recursos ao Ministério Público e deu broncas em Dallagnol como se ele fosse um superior hierárquico dos procuradores e da Polícia Federal.

Produzidas a partir de arquivos enormes e inéditos – incluindo mensagens privadas, gravações em áudio, vídeos, fotos, documentos judiciais e outros itens – enviados por uma fonte anônima, as três reportagens revelam comportamentos antiéticos e transgressões que o Brasil e o mundo têm o direito de conhecer.

Leia a série de reportagens completa no site do The Intercept